O Google confirmou nesta segunda-feira o lançamento de uma plataforma de tecnologia para celulares. O sistema, que está sendo chamado de “Android”, será a “primeira plataforma realmente aberta e ampla para aparelhos móveis”, informou a gigante da internet em comunicado.O Google já possui versões de seus serviços online para celulares, mas desta vez a marca cria uma plataforma que funcionará como um sistema operacional rival dos existentes Symbian e Windows Mobile, com a diferença de ser baseado em código aberto – ou seja, qualquer desenvolvedor poderá criar soluções para aparelhos baseados em “Android”. A companhia faz mistério sobre os detalhes da plataforma, mas em sua área oficial no YouTube , executivos da companhia publicaram um vídeo em que esclarecem que o sistema vai permitir “compartilhar tags, redes sociais, vídeos e aplicativos da internet com o celular”.

Concretamente, trata-se de um pacote de software para telefones celulares que inclui um sistema operacional, middleware, uma interface de usuários e vários aplicativos, que permitirão ao Google oferecer seus serviços aos usuários que não estejam diante do computador, disse um comunicado da empresa.

Há meses analistas especulavam que o Google lançaria um telefone celular com sua marca, que chegou a ser chamado por blogueiros de ‘gPhone’. Em resposta, Eric Schmidt, presidente mundial e principal executivo do Google, afirmou nesta segunda-feira que o Android é um projeto “muito mais ambicioso” do que um aparelho, porque “irá funcionar em milhares de telefones de dezenas de fabricantes em todo o mundo”.

– A imprensa especulou muito sobre um certo Google Phone nas últimas semanas, mas o anúncio do Android é muito mais ambicioso do que um aparelho, verdadeiro ou não, poderia ser – disse Schmidt, em comunicado.

A plataforma é o resultado de uma parceria do Google com a Open Handset Alliance (OHA), entidade internacional formada por empresas que apóiam soluções de código fonte aberto, como Intel, Motorola, Qualcomm e Telefônica. A plataforma contará com o apoio de mais de 30 companhias, incluindo operadoras e fabricantes de aparelhos, entre elas China Mobile, eBay, HTC, LG, NTT DoCoMo, Samsung e Telecom Italia.

A companhia informou ainda que a plataforma Android é apenas o primeiro passo da aliança internacional e a expectativa é que os primeiros telefones celulares baseados no Android cheguem ao mercado no segundo semestre de 2008.

Como é baseado em código aberto, e portanto gratuito, o sistema viabilizaria a produção de aparelhos mais baratos. Mas não é a primeira vez que uma marca tipicamente de internet invade o mercado de telefonia celular. Em outubro, o serviço online de telefonia Skype fechou uma parceria com a operadora australiana ‘3’ para lançar um modelo de telefone celular.

Fonte: Agências internacionais
O Globo Online

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s